Síndrome do pânico

A síndrome ou transtorno do pânico é um quadro neuromental específico entre os transtornos de ansiedade.

O Pânico tem causa definida?  Não. É uma doença que se caracteriza pela ocorrência repentina, inesperada e inexplicável de crises de ansiedade aguda marcadas por muito medo e desespero. A pessoa tem a sensação de que perdeu o controle de seu corpo. Na maioria dos casos, a crise atinge seu ápice dentro de 10 a 20 minutos. Alguns sintomas podem continuar por uma hora ou mais. Pode ser confundido com um ataque cardíaco.

 

O diagnóstico de uma patologia psiquiátrica só deve ser feito e fechado por um profissional especializado. Ele leva em conta um conjunto de fatores que depende da avaliação minuciosa de um médico. Renovamos o pedido para que não se julgue quem quer que seja precocemente, aumentando a dificuldade e alimentando preconceitos.

 

A doença pode ser identificada se o paciente apresentar ataques de pânico recorrentes, com a presença de pelo menos quatro dos seguintes sintomas:

1. Palpitações, coração acelerado, taquicardia
 

2. Tremores ou abalos
 

3. Sensação de falta de ar ou sufocamento
 

4. Sensação de asfixia
 

5. Dor ou desconforto torácico
 

6. Náusea ou desconforto abdominal
 

7. Sensação de tontura, instabilidade, vertigem ou desmaio
 

8. Calafrios e ondas de calor
 

9. Dormências ou formigamentos
 

10. Sensação de que locais e pessoas que são familiares lhe parecem irreais
 

11. Medo de perder o controle
 

12. Medo de morrer

  • facebook.png
  • insta.png
  • youtube.png
  • twitter.png
  • podcast.png