Esquizofrenia

É uma doença psiquiátrica endógena que se caracteriza pela perda do contato com a realidade. Causa delírios, alucinações, comportamento e fala desorganizados e diminuição na capacidade de expressar a afetividade. Pode aparecer em qualquer fase da vida, mas normalmente ocorre entre os 10 e 25 anos nos homens e entre os 25 e 35 anos nas mulheres. Casos antes dos 10 anos de idade e depois dos 60 anos são raros.

 

A Esquizofrenia tem causa definida?  

As causas da doença ainda não são totalmente conhecidas. Sabe-se que a genética é responsável por, pelo menos, um terço dos casos. Fatores ambientais também são responsáveis por desencadear o problema, mas não há dados conclusivos de quais sejam eles.

 

O diagnóstico de uma patologia psiquiátrica só deve ser feito e fechado por um profissional especializado. Ele leva em conta um conjunto de fatores que depende da avaliação minuciosa de um médico. Renovamos o pedido para que não se julgue quem quer que seja precocemente, aumentando a dificuldade e alimentando preconceitos.

 

Sintomas produtivos 

  • Delírio - visão distorcida da realidade. O mais comum é o delírio persecutório. O indivíduo acredita que está sendo perseguido e observado por pessoas que tramam alguma coisa contra ele.
     

  • Alucinações - percepção que ocorre independentemente de um estímulo externo. O doente escuta vozes, em geral, dos “perseguidores” que “dão” ordens e comentam o que ele faz.
     

Sintomas negativos

  • Caracterizam-se por diminuição dos impulsos e da vontade de criar laços afetivos. Há a perda da capacidade de entrar em ressonância com o ambiente, de sentir alegria ou tristeza. São mais resistentes ao tratamento.

  • facebook.png
  • insta.png
  • youtube.png
  • twitter.png
  • podcast.png